metamorfose ambulante


De fato, sou uma metamorfose ambulante. Sim, todos os dias surpreendo-me com as mudanças, as minhas mudanças, coisas que nunca me imaginei fazer, falar, pensar. O ontem parece-me tão precário, falta pedaços, que hoje estão preenchidos, assim como me faltam pedaços hoje, que amanhã pode ser que se preencham, ou não. São pessoas, lugares, que antes eram inimagináveis , que fazem parte do que sou, do que penso, do que sinto, do que me tornei. Algumas vezes foi agradável, outras mais feliz, e em outras doeu, muito, mas é isso que compõe o que chamamos de vida, a mistura de momentos e sentimentos num só lugar, ali onde ninguém chega, e que nunca poder ser esquecido.

9 comentários:

  1. O pior é que as mudanças dos outros afectam-nos.. e quando os amamos ainda é pior =/

    beijinhos^^

    ResponderEliminar
  2. muito obrigada, querida :)
    também sigo*

    ResponderEliminar
  3. Aos poucos e poucos eu vou chegar lá.

    ResponderEliminar
  4. apesar de tudo, é bom mudar *
    segui.

    ResponderEliminar
  5. Ele não a conhece, não no sentido leteral, mas porque ela mudou e ele já não a reconhece pela pessoa que ela era antes.
    Obrigada, muito obrigada :)

    ResponderEliminar
  6. obrigada por seguires o meu blog :) gosto muitoooo do teu, vou fazer o mesmo. beijinho

    ResponderEliminar
  7. Gostei, estou a seguir :)

    ResponderEliminar
  8. Ohh, que querida* gostei muito do teu blog :)

    ResponderEliminar

Seguidores